quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Heil Silas! - Carta Aberta a Silas Malafaia


"Como cristão não tenho a responsabilidade de me permitir ser enganado, mas tenho a obrigação de lutar pela verdade e justiça." Adolf Hitler


Heil Silas!

Não é com prazer que escrevo este manifesto. Não há alegria em ter que dirigir minhas palavras a você nas circunstâncias atuais. Mas, não há como me calar, depois de tanto ouvir silenciado suas manifestações de repúdio às pessoas homossexuais e tudo o que se relaciona às famílias, vidas e tratos sociais dos LGBTs no Brasil.

É como cristão que escrevo; cristão e cidadão de um país livre, como cidadão livre, cristão pleno.
Tenho sido assaltado, constantemente, quase diariamente, pelas palavras de ódio, rancor e morte de V.Sª., dentro de minha casa, por meios públicos de comunicação, que são concessões públicas e que têm sido usados por V.Sª. no seu empreendimento de destruição das famílias, vidas e tratos da Comunidade LGBT.

"Pastor", é o termo do qual V.Sª. já deveria ter abdicado. Não! Vossa senhoria não é um pastor, pois não segue o exemplo Daquele, o Verdadeiro, que deu sua vida por suas ovelhas.

V. Sª. não passa de um lobo voraz, que tem buscado incansavelmente a destruição de famílias inteiras com suas palavras mentirosas e injustas, disfarçadas de verdade e justiça.

Estou cansado senhor Silas! Não aguento mais ser chamado de doente, pervertido, abominação e ameaça à sociedade por V. Sª. Estou cansado de ver os meus pares sendo assassinados diariamente em todo Brasil com o seu consentimento e com o consentimento daqueles que, cegamente, te seguem.

Estou cansado de ver gays e lésbicas que foram eleitos pelo Senhor, desde antes da fundação do mundo, desistirem de suas vidas pela tua influência má. Estou cansado de ver famílias destruídas e desestruturadas pela tua palavra tirânicas.
Estou cansado do teu grito de ódio e desesperadamente estou bradando o grito dos excluídos.

Estou cansado de ver-te enriquecendo a cada dia, às custas da pobreza do povo débil de inteligência que é angariado para os teus exércitos.
Estou cansado de ver sangue inocente correndo pelas tuas mãos, pelos teus assassínios conscientes, plenamente consciente, de gente que não fez mal algum, que só quer viver como o Senhor os fez.

Sim senhor Silas, sou GAY! Sim sou de Jesus. "Sim, Jesus me ama, a Bíblia assim me diz". Sim, tenho felicidade plena em ser quem sou, sem máscaras e sem mentiras, plenamente.

Sim, tenho orgulho de abrir a minha boca e cantar louvores ao Senhor, que me fez santo e gay, desde antes de haver lua, desde antes de haver dia, desde antes de todas as coisas virem a existir.



Sim, tenho orgulho em ter o Espírito Santo em mim, me fazendo viver, crendo fielmente na promessa das Escrituras Santas, de que em breve, muito em breve, os falsos profetas serão lançados no lago que queima com fogo e enxofre. Que em breve, muito em breve, os pastores que tosquiam o rebanho serão destronados, que seu império de mentiras travestidas de verdade será destruído.

Não vivo com máscaras Senhor Silas, nem os santos que andam juntos a mim, pois o Senhor nos chamou para andar em verdade, na Vida Nova, ajudando a outros que estão mascarados e acorrentados em mentiras, como as pregadas por ti, a serem libertos.

O que é a verdade sobre as lésbicas, os gays e os transgêneros? Você já não sabe mais! Já fala tantas mentiras sobre os LGBTs, há tanto tempo, que não sabe mais diferenciar verdade de mentira.

Vossa senhoria nos compara, me compara, à viciados, assassinos e destruidores da família. Mas quem realmente está viciado de mentira, cheio de ódio mortal? Quem tem destruído famílias inteiras nestes poucos anos debaixo do sol que o Senhor te concedeu provisoriamente?

Veneno mortal é o que sai da tua boca! Veneno que ajuda a matar um homossexual violentamente a cada três dias no Brasil. Veneno que tenta frear uma lei que só quer preservar vivos cidadãos como eu, que têm famílias (ainda não destruída por ti) e que só querem gozar do dom da vida, que o Senhor mesmo concedeu.

Usando o nome de Deus para matar com a palavra! Usando enganosamente a ciência para destruir. Envergonhando os santos profetas e mártires e os sábios Freud e Lacan, assim prossegue em seu objetivo destruidor.

Comprando a exegese e a hermenêutica da morte e não da vida. Pregando um deus morto e assassino, o mesmo deus pregado pela igreja, pela falsa igreja, há séculos, assim vossa senhoria prossegue em seu empreendimento de destituição de vida.
Isso tem que parar! Em Nome do Senhor da Vida, isso tem que parar! Em nome das milhares de ovelhas perdidas, isso tem que parar! Em nome do sangue dos santos que estão perecendo por tua palavra mortífera, isso tem que parar! Você tem que parar!

Ai de ti, Silas, que destroi e dispersa as ovelhas do pasto do Senhor (Jr 23). Ai de ti, Silas, que não tem apascentado a abatida e que tem deixado morrer a ferida. (Jo 21) O Senhor da Vida há de te cobrar alma por alma, vida por vida, pois creio no Seu amor e em Sua Justiça.

Ai de ti, Silas, no dia em que o Senhor, que tem misericórdia dos pobres, te cobrar cada centavo tomado da viúva e do órfão, te pedir de volta cada segundo perdido daqueles que crêem nas mentiras que tens propalado. O Senhor, Justo Juiz, há de te cobrar toda a obra de morte que tens realizado.

Os profetas do Senhor não hão de calar-se diante das tuas profecias, assim como Micaías não se calou diante dos profetas vendidos do rei.
É como profeta do Senhor que digo que teu reino de morte em breve há de cair. Tuas palavras de destruição do ser serão caladas, o Senhor breve agirá.

Estou exaustivamente cansado senhor Silas.
Cansado de tantas mentiras no nome daqueles que só tem sido excluídos durante toda a história.
Cansado de ver o meu povo perecendo nas mãos e pelas mãos de pessoas como você.
Cansado de ver meu povo vivendo um holocausto moderno, morrendo mais que todos os judeus assassinados em todos os tempos, e sendo chamado de Nazista e Ditador por ti.

Quem é o Nazista? Quem é o Ditador? Olhe sua face no espelho. As semelhanças não são meras coincidências. Sim, você é o nazista! Sua cruz não é outra senão a cruz-suástica da morte. Heil! Heil! Heil!

V. Sª. Nada tem a ver com o Deus da Cruz, que foi excluído e padeceu injustamente. Esse Deus, que da morte fez brotar a Vida, não pode ter-se revelado a ti com Sua graciosidade e diversidade plenas, mostradas pelas lindas cores do arco-íris. Não! Esse Deus você não conhece, pois, só o conhece quem amou plenamente, quem descobriu no ser dos marginalizados a face Dele.


Não te desejo Paz,
Pois, a preciosidade Dela é para os que o Senhor elegeu,
Para os mansos, humildes e oprimidos desta geração.

Sedento pela Justiça que há de raiar,
Como o sol do meio-dia.


Heil Führer!

Diác. Luiz Gustavo
www.igrejainclusiva.blogspot.com

7 comentários:

Rudy B, de Souza disse...

"cristão e cidadão de um país livre, como cidadão livre, cristão pleno."

Cristão pleno? Nunca ouvi falar de ser cristão pleno na terra. A não ser no dia da salvação definitiva, a saber, o Último Dia. E... cidadão livre? Ateus também são cidadãos livres. Quanto a seguir o exemplo daquele que dá a vida pelas ovelhas... Você dá a sua vida a e por Ele Ele, independentemente de sexualidade, de credo, de raça... ? Se sim, então por que não segue o que a santa escritura diz, uma vez que ela não é a favor de homossexualismo? :)

Jesus te aceita como você é...

...Para te endireitar depois.

Realmente, quem aceita homossexualismo como correto jamais aprendeu qual é o verdadeiro evangelho de Jesus Cristo.

Alan B. Buchard disse...

Amigo Gustavo,

Nós seres humanos somos feitos de momentos, sendo esses momentos acompanhados de fúria ou passividade. E com nós, da comunidade LGBT não é diferente.

Sim, somos marginalizados na sociedade. Sim, somos alvos de preconceito. Sim, a Igreja, que se diz discipula de Jesus, não consegue entender que nos evangelhos sinódicos não há referência alguma à homossexualidade. E isso constantemente nos leva à ira.

Concordo com o que você diz ao Malafaia, só não concordo no fato que ao dizer tais palavras, você se tornou como ele. Em vez de ter uma postura de amor, mansidão e paz diante do ódio, lhe dirigiu o mesmo ódio. Em vez de deixar o julgamento para Deus, que é o Absoluto e o Incompreensível, confabulou o dia de Julgamento do Malafaia.

Temos que ter cuidado, para na luta contra o ódio homofóbico, não sermos contaminados com esse próprio ódio. Perdendo assim a razão.

Sejamos vigilantes...

Fábio_A disse...

Meus parabéns pela carta, Sr. Gustavo! Eu me deliciei em cada palavra escrita.

Tenho interesse em publicá-la também em meu blog Vox Gay (se tiver interesse em conhecer: http://voxgay.blogspot.com/ ). Naturalmente, manterei a sua autoria e o link direto para o seu blog nos créditos.

Se não for muito incômodo, por favor me envie a resposta pelo e-mail fabiosantos.79@hotmail.com

Fique com Deus e permaneça no seu belo trabalho.

Fábio Alves.

Fábio_A disse...

Agora que li o comentário do "Rudy B, de Souza".

Simplesmente lamentável.

Anônimo disse...

affz

Anônimo disse...

Querido...

Gostaria de saber se vocês falam e fazem tudo aquilo que a Bíblia diz??
Pois, somos adoradores e fiéis a Jesus e andamos segundo o seu mandamento e conforme Deus diz à Levítico cap. 18, versículo 22 " Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; é abominação"... Versículo 23: " Com nenhuma destas cousas vos contaminareis, porque com todas estas cousas se contaminaram as nações que eu lanço de diante vós"... Se amas realmente a Deus como falas, o que diz sobre isto???

Marcos disse...

Meu querido irmão "anônimo"...você segue o livro de levítico inteiro, ou só a parte que lhe interessa? A palavra do Senhor nos ensina que quem viver pela Lei, deve seguí-la inteira enão deixar que dela caia sequer um til. Se você acha que é realmente capaz, parabéns, você acaba de tornar inútil a cruz de Cristo, pois é isso que o apóstolo Paulo nos ensina.